FUI DISCRIMINADA POR SER DEFICIENTE?

20:16


Antes de mais, permitam-me este momento de fangirl: OS 30 SECONDS TO MARS ESTÃO DE VOLTA A PORTUGAL, AHHHH!!
Por muito fã que eu seja da banda, infelizmente nunca tive a oportunidade de os ver ao vivo.  Mas no fundo do meu coração, sempre soube que eles voltariam ao nosso país para mais concertos. E, portanto, quero naturalmente ir assistir a este concerto! 10 de abril do próximo no ano no Campo Pequeno. 
Até aqui tudo normal, certo? Até que...


Sou deparada com esta situação, após uma troca de emails com a bilheteira do Campo Pequeno (depois de ter contactado diretamente com a Everything Is New e Ticketline Portugal):
Eu, Raquel Banha, sou portadora de uma deficiência motora que me faz ter mobilidade reduzida. Como tal, na esperança de obter esclarecimentos sobre o porquê de no site da Tickeline na zona "Camarote 1ª" estar referenciado que são os ÚNICOS lugares para mobilidade reduzida, custando 55€, logo o preço mais caro ("título" que entretanto ELIMINARAM), enviei emails para as entidades competentes, que me responderam o seguinte:
«Em relação à sua questão, informo que poderei reservar 2 bilhetes APENAS nos camarotes ( mobilidade condicionada + acompanhante)
O valor será de 55€ x 2, lembrando que os preços dos bilhetes são feitos pela EIN.»
Ora bem... Consoante a resposta posso dizer que:
Por ter a deficiência que tenho sou OBRIGADA A PAGAR MAIS do que a opção que EU QUERIA ESCOLHER? E terei ainda de PAGAR MAIS UM BILHETE por ter uma INCAPACIDADE DE 94% e não me conseguir deslocar sozinha?
Sou uma potencial compradora que:
  1. Gostava de ir para a plateia, mas como NÃO É ACESSÍVEL pelos vistos, terei de ir para um camarote. Só aqui já estou em desvantagem, consoante o meu desejo como consumidora;
  2. Por esta razão, sou ainda OBRIGADA A PAGAR MAIS do que o produto que eu queria efetivamente comprar;
  3. Tenho ainda de pagar MAIS 1 bilhete, por necessitar (vital para a minha vida) que um assistente pessoal me acompanhe 24h por dia.
Ou seja, caso esta deficiência não existisse, eu dispunha-me a pagar os 45€ para ir para a plateia. No entanto, colocando a variável deficiência em jogo, a EIN / Campo Pequeno diz que devo pagar 110€, MAIS do DOBRO do que o eu como consumidora estava interessada e disposta a pagar.
Note-se que esta situação NÃO É A PRIMEIRA VEZ, neste local de espetáculos. Por volta de 2009/2010, fui assistir a um concerto tributo dos Queen com o meu pai e prima e fui OBRIGADA também a pagar os bilhetes MAIS CAROS e o bilhete de acompanhante, o meu pai.



Pergunto-me... estamos em que século e sociedade?! Agradeço a partilha deste texto. 

THE TRUTH IS OUT THERE. 

🙏

You Might Also Like

0 comentários

Posts Populares

Faz like no Facebook

Subscribe