DA FRAQUEZA AO RESPEITO

18:49
























***

Por muito contraditório que possa parecer, gosto de dizer que as nossas fraquezas são uma fonte de força e firmeza. Era eu ainda uma criança que nem sequer sabia o que Marketing queria dizer, quando já fazia uso à expressão "em cada problema está uma oportunidade". E é disto que se trata a gestão das nossas fragilidades. Sou deficiente desde que comecei a ter consciência da minha pessoa, e em 20 anos de existência em nenhuma vez fui eu vítima de qualquer tipo de bullying, quer seja físico ou psicológico. Porquê? Nunca me escondi ou neguei. Era e sou simplesmente eu, como sou, nua e crua


Redimir-nos às nossas diferenças, deficiências e fragilidades não muda em nada quem nós somos. Estar por trás de uma cortina permanente desperta ainda mais a curiosidade maldosa de terceiros. O desconhecido é aliciante, viciante. Como irá alguém fazer troça de nós quando não temos nada a esconder e temos a capacidade de assumir ao mundo a nossa realidade? 


Lembro-me de quando tinha por volta dos meus 13/14 anos tinha um grupinho de duas grandes amigas inseparáveis, as típicas BFF's. Eramos um grupo peculiar, cada uma tinha a sua característica, ou, para alguns, o seu defeito. Eu, a deficiente visível; a outra, a rapariga que tinha certos problemas que ninguém percebia bem; e a última, que estava sempre a chumbar e não pescava nada das matérias. Pragmatizando: a primeira tinha uma paralisia cerebral muito leve, onde apenas se notava num dos pés e numa das mãos; a segunda, tinha problemas de desenvolvimento social e cognitivo.

Por alguma razão sempre fui a única que não era alvo de comentários feios e ofensivos, pelo menos feitos à minha frente. Bastava fixar o olhar dos ditos comentadores-nato que perdiam o piu. Mostrava respeito. Prezo muito este conceito. Gosto de respeitar e ser respeitada, é um factor de educação, a meu ver, básico e essencial. E foi o respeito que sempre me acompanhou ao longo da vida. Fez as minhas vulnerabilidades serem algo aceite perante todos e não um motivo de piada ou ataque. O nosso ser é um equilíbrio entre o branco e o preto. A vida e o mundo são à base do equilíbrio. Não acredito na perfeição, é uma simples utopia e palavra romântica. E este equilíbrio só existe se o branco aceitar o preto, e o preto o branco. Tal como aceitar todas as outras cores que residem à nossa volta. 


Despe-te e mostra quem és. Aceita e partilha a tua pessoa. Respeita e ensina o mundo a respeitar-te. Aprende a dançar na corda bamba e assim encontrarás o teu equilíbrio.
***
E aqui estou eu, percorrendo as letras de cada tecla, despida, partilhando a minha visão e experiência da forma mais honesta que sou capaz.



À vossa maneira, sejam felizes.



You Might Also Like

2 comentários

  1. Este artigo merece ser aplaudido!
    Uma verdadeira lição!
    Tal como o texto faz referência, Respeito e Educação são extremamente importantes, sem dúvida nenhuma!
    Mais uma vez, excelente artigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Pedro!! Fico muito feliz que a mensagem tenha passado! :)

      Aproveito para dizer que fui "cuscar" o teu canal de youtube e adorei, especialmente o último, que está excelente!

      Eliminar

Posts Populares

Faz like no Facebook

Subscribe